Cirurgia Plástica Reparadora – Drenagem Linfática Pós-Operatório

Acredito que a consulta de 2 meses do pós operatório da dermolipectomia abdominal com correção da diástase dos músculos retos abdominais e substituição de prótese mamária rompida foi uma sabatina de dúvidas para a doutora responder e também o momento em que além dela me indicar o uso da órtese de silicone para o umbigo foi também quando ela já me liberou para fazer a drenagem linfática pós-cirurgica…

Das outras vezes que operei (correção de hipertrofia braquial e correção da hipertrofia mamária unilateral com colocação de prótese e também a correção da cicatriz da mama esquerda – cicatriz deprimida -, reposicionamento da prótese na mama direita que estava rodada e “drenagem” do líquido livre/seroma) também fiz drenagem linfática após a liberação da médica que me acompanha (o que sempre demora um pouco por conta das intercorrências que sempre tenho no pós cirúrgico como a abertura da sutura cirúrgica e o seroma)…

Estou fazendo as sessões de drenagem duas vezes na semana (um dia dreno o abdomen e no outro dia dreno a mama) em uma clínica de fisioterapia próxima da minha casa que converte as guias de procedimentos da Unimed em drenagem linfática manual (já que desta vez não tenho condições financeiras para fazer o procedimento de forma particular pois estou desempregada e não consegui o auxílio doença pelo INSS)…

A fisioterapeuta que está me atendendo tem experiência na área dermato funcional, o que me agrada muito…

Para quem tem dúvidas sobre a drenagem sei que a principal indicação desse procedimento no pós-operatório acontece pois ele ajuda na redução do inchaço causado pelo procedimento além de acelerar a recuperação.

Então, acabei pesquisando informações sobre o tema na internet que reforçam a importância desse procedimento no pós-operatório…

Veja a importância da drenagem linfática no pós-operatório para conquistar melhores resultados e acelerar a sua recuperação

Para você alcançar os resultados desejados com um procedimento estético é essencial seguir à risca alguns cuidados no período depois da cirurgia. E é neste momento que percebemos a importância da drenagem linfática no pós-operatório.

Isto porque, além do repouso, da atenção com a alimentação e do uso de remédios recomendados pelo especialista, a drenagem do pós-operatório tem um papel fundamental para manutenção e uma melhor percepção dos resultados.

Quando uma paciente realiza este tipo de procedimento na fase de pós-operatório, os resultados da cirurgia podem ser potencializados e até acelerados.

Para você ter uma ideia, a drenagem linfática no pós-operatório representa até 30 % no resultado de determinadas cirurgias plásticas. Por isso, é tão importante saber o que significa drenagem linfática.

Se você tem curiosidade em saber todos os benefícios da drenagem linfática, está no lugar certo. Continue lendo para:

Qual a importância da drenagem linfática no pós-operatório? 

importancia drenagem

Apesar de ser um procedimento amplamente divulgado e oferecido em clínicas de estética, várias pessoas não sabem ao certo o que é, como é feita e qual a importância da drenagem linfática no pós-operatório.

Muitas mulheres, como a Ana M., ficam extremamente empolgadas com a sua cirurgia e acreditam que sairão da sala de operação em perfeitas condições, com 100% do resultado atingido.

Mas não é bem assim. A cirurgia plástica faz parte de um processo, que exige também um pré e um pós-operatório realizados com responsabilidade e segurança. E, felizmente, Ana percebeu isso a tempo.

Isto porque depois de escolher a clínica de cirurgia plástica a dedo e agendar o seu procedimento, achou que não era importante se preocupar com o lugar que faria sua drenagem pós-cirúrgica.

Escolha errada…

Tinha um salão de cabeleireiros com uma esteticista perto da sua casa. Ela achou que essa seria a solução mais fácil e barata. Para sorte da Ana, ao descobrir que uma colega do trabalho já tinha feito a cirurgia, ela começou a fazer várias perguntas.

Não demorou muito para a colega revelar o problema que teve ao não levar o pós-operatório tão a sério e escolher uma esteticista sem experiência para fazer sua drenagem.

O resultado ficou literalmente na pele, com a formação de fibroses e irregularidades perfeitamente notadas no seu corpo.

Aquela imagem caiu como um balde de água fria. Ana estava fazendo a cirurgia porque já tinha perdido a conta de quantas vezes tinha chorado em frente ao espelho por causa da sua aparência. E, definitivamente, ela não queria continuar se sentido desse jeito.

Após ver com seus próprios olhos o preço de uma drenagem mal executada, Ana não pensou duas vezes. Ela conseguiu fazer a alteração para incluir as sessões com uma fisioterapeuta especializada em drenagem linfática de pós-operatório.

Vinte dias após sua cirurgia e já fazendo as sessões de drenagem ela está aliviada por saber que fez a escolha certa. Na primeira vez até sentiu certo receio de entrar naquela salinha, mas essa sensação logo sumiu, ainda mais quando ela via a diferença que cada visita promovia no seu corpo.

Mas, afinal, o que é e para que serve a drenagem linfática? 

drenagem linfática sem dúvida

Resumidamente, podemos dizer que se trata de um tipo de massagem que auxilia a eliminar o excesso de líquidos e toxinas do organismo por meio do sistema linfático. No final, esse líquido, também conhecido como linfa, é eliminado por meio da urina.

Isso é muito importante porque o ato cirúrgico causa lesões ao corpo, como a destruição de vasos e nervos. Há ainda o dispersamento de líquidos do interior das células para a camada abaixo da pele. Essa ação promove hematomas, edemas, dor e diminuição da sensibilidade cutânea.

A drenagem linfática pode ser realizada por profissionais, usando as mãos ou aparelhos específicos para esta finalidade.

Ela é indicada para quem tem problemas com celulite, inchaço, linfedema… E, como já antecipamos, para quem passa por determinados tipos de procedimentos cirúrgicos.

Porém, vale ressaltar que, para o pós-operatório de uma cirurgia plástica, o mais indicado por especialistas é a Drenagem Linfática Manual.

A drenagem, normalmente, é iniciada três dias após a cirurgia e, em média, são feitas no mínimo 10 sessões. A data certa para começar e a quantidade de vezes que você precisa fazer são indicadas pelo seu cirurgião plástico.

Os benefícios da drenagem no pós-operatório 

drenagem linfatica abdominoplastia

Dependendo do procedimento cirúrgico que você faz, é normal que após a operação o organismo retenha líquidos em uma quantidade maior do que a que o corpo consegue drenar naturalmente.

Por isso, para diminuir o inchaço pós-cirúrgico e ter uma recuperação mais rápida e natural, a drenagem linfática é superindicada.

Graças aos movimentos circulares e a pressão usada neste tipo de massagem, consegue-se:

    • Acelerar a cicatrização
    • Aliviar as dores
    • Diminuir a retenção de líquidos
    • Eliminar marcas e hematomas
    • Melhorar o fluxo sanguíneo
    • Nutrir as células
    • Reduzir fibroses

O procedimento é indicado para a recuperação de inúmeras cirurgias. Mas entre as mais comuns está a: drenagem linfática pós-abdominoplastia e a pós-lipoaspiração.

Isso porque ela ativa a circulação celular, movimentando placas que podem ficar paradas na região do abdômen, desinchando e evitando a deformidade na região.

Graças aos seus benefícios é comum os médicos indicarem a drenagem linfática da mama. Por exemplo, para a Mamoplastia e a colocação de Prótese de Mama.

Como fazer a drenagem pós-cirúrgica? 

efeitos drenagem linfática premium

A drenagem linfática deve ser aplicada em todo o corpo. Mas com principal atenção na área onde a cirurgia plástica foi feita.

Além disso, é importante ressaltar que este é um procedimento altamente especializado. Por isso não deve ser feito com alguém sem experiência em drenagem de pós-operatório.

Isto porque exige mais  atenção do profissional. Ele deve saber exatamente os pontos a serem tocados, a forma e a pressão dos movimentos.  Cuidados necessários para não prejudicar a sua recuperação.

As pressões, por exemplo, que seguem o trajeto do sistema linfático, devem ser realizadas de forma suave, lenta e não contínua.

Com isso, a sua recuperação será muito mais rápida e tranquila. Além de potencializar os resultados da cirurgia plástica.

*As imagens ilustrativas e as informações acima retirei do site https://www.plasticadosonho.com.br/blog/a-importancia-da-drenagem-linfatica-no-pos-operatorio/ através de pesquisa na internet.

Sobre maryalcantaras

Sou uma pessoa calma e bastante tímida. Não costumo sair muito e por isso vivo na internet. Sou bem eclética em questões referentes a preferências... adoro ler, ouvir música, dançar e tomar umas biritas de vez em quando... mas o que eu adoro mesmo é DORMIR e BEIJAR!!! Meu hobbie é DORMIR. Me interesso por coisas variadas, gosto tanto de coisas simples quanto de coisas rebuscadas. "O Amor conquista-se com Amor e não impondo regras." (A.D.) E talvez tenha de praticar um pouco mais a minha tolerância...
Esse post foi publicado em Beleza, Cirurgia Plástica Reparadora, Gastroplastia, Saúde e Bem-Estar e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.