Desafio 52 Semanas | Semana 29: Filmes que me falam ao coração…

Ah… sou cinéfila assumida!

Aqui no blog tem até categoria dedicada ao tema (um pouco desatualizada, eu sei)…

Mas o Desafio 52 Semanas desta semana propõe citar filmes que falam ao coração!

E confesso que adorei o desafio, pois com certeza o que mais assisti na vida foram filmes que falam ao coração…

Isso claro me faz lembrar que sou uma chorona descontrolada. Sou dessas que chora até com trailer de filme… choro porque é triste, choro porque é bonito, choro porque corto cebola, choro porque não paro de chorar. Então escolhi alguns que me marcaram ao longo dessa minha vida de chorona assumida…

Desafio 52 semanas

Filmes que me falam ao coração…

À procura da felicidade. Acho que já assisti esse filme uma centena de vezes quando estava passando na TV, o que é estranho pra mim, já que não costumo assistir filmes desse tipo (mais sérios) mais de uma vez. Tem algumas partes que são realmente de cortar o coração, mas a gente sabe (a gente sempre sabe) que vai dar tudo certo pra eles e isso dá um certo alívio. Determinação é a palavra que melhor descreve a lição do filme. É bem diferente ver o Will num filme que não tem ação nem comédia, mas eu gostei bastante.

Em busca do vale encantado. Assisti esse filme na época em que alugávamos VHS na locadora do bairro e eu era bem menininha… até hoje, minha mãe comenta que se assustou ao ouvir meu choro na sala de tv… considero esse filme um clássico… a história dos 5 dinossauros órfãos que perderam seus pais em um grande terremoto que devastou o mundo e dividiu a terra em dois grandes continentes… então o filme conta a jornada deles em busca do vale encantado, onde poderão encontrar folhas verdes, já que são herbívoros. No meio do caminho, tem que lidar com a ausência dos pais, os perigos da sobrevivência e os ataques do Tiranossauro Rex.

Minha vida na outra vida. Sou espírita e os filmes com essa temática me enchem os olhos… e não posso deixar de citar esse filme que relata a história real de Jenny Cockell, americana que começa a se recordar de uma outra vida na Irlanda. Ela desenha detalhadamente a Igreja da época que frequentava na Irlanda, ruas e nomes das pessoas de sua família. Na sua busca por respostas ela vai pessoalmente até a Irlanda na cidade de Malahide onde confirma que todas suas lembranças eram reais e pertencentes a uma família que morou naquele local, de Mary Sutton. E impressionantemente descobre que a maioria dos filhos de Mary estão vivos já idosos e os reúne. Ela se recorda de fatos ocorridos com os filhos de Mary Sutton quando eles ainda eram crianças, o que surpreende a todos, ou seja, vale a pena assistir (e chorar)…

Titanic. Eu nunca entendi todo o alvoroço das amiguinhas do colégio por causa do Leonardo DiCaprio, mas mesmo assim lembro-me de ter ido ao cinema com minha prima para assistir Titanic. Mais uma vez eu digo: como chorei, meus amigos. Até hoje se quer me fazer chorar é só botar aquela música final do filme quando Rose sobe as escadas do navio para encontrar com o Jack no relógio.

Um amor para recordar. Uma coisa precisamos admitir: Nicholas Sparks é um sádico. Um amor para recordar foi o primeiro filme adaptado de seus livros que eu vi. Até hoje não li o livro, mas com certeza o filme é muito intenso, então, pois é, muitos lencinhos de papel foram usados. Hoje eu até acho drama demais pra mim, mas é só começar os primeiros acordes das músicas do Switchfoot ou do New Radicals que já saio correndo atrás de mais lencinhos.

Aceito sugestões de mais filmes para assistir com lencinho na mão… eu gosto. Não me julguem.

Este é um post do Desafio 52 semanas! Para entender o que é o desafio clique aqui e para ver todos os posts já publicados clique aqui.
Anúncios

Sobre maryalcantaras

Sou uma pessoa calma e bastante tímida. Não costumo sair muito e por isso vivo na internet. Sou bem eclética em questões referentes a preferências... adoro ler, ouvir música, dançar e tomar umas biritas de vez em quando... mas o que eu adoro mesmo é DORMIR e BEIJAR!!! Meu hobbie é DORMIR. Me interesso por coisas variadas, gosto tanto de coisas simples quanto de coisas rebuscadas. "O Amor conquista-se com Amor e não impondo regras." (A.D.) E talvez tenha de praticar um pouco mais a minha tolerância...
Esse post foi publicado em Desafio 52 Semanas e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s