Cartas para Julieta

Com o sinal do canal Telecine aberto pela OITV entre os dias 16 a 24 de julho não pude deixar de assistir o filme “Cartas para Julieta”…

Abaixo informações do filme…

Cartas para Julieta

SINOPSE

Jovem americana viaja para Verona, Itália, a famosa e inspiradora cidade onde foi criada a personagem Julieta Capuleto – sim, aquela da clássica obra “Romeu e Julieta”. É neste local que ela descobre um grupo de pessoas que costuma responder às cartas – deixadas num muro – daqueles em busca de conselhos sobre o amor. A garota então responde a uma dessas cartas, datada de 1951, o que acaba inspirando a autora a viajar para a Itália em busca daquele que sempre foi sua verdadeira paixão. O fato também desencadeia uma série de eventos que irá mudar a vida de todos.

LOCAIS DE FILMAGEM

  • Bryant Park, Manhattan, New York City, Nova York, EUA
  • New York City, Nova York, EUA
  • Siena, Toscana, Itália
  • Soave, Verona, Veneto, Itália
  • Verona, Veneto, Itália (Villa Arvedi)

TRILHA SONORA

“You Got Me”
Escrita por Colbie Caillat e John Shanks
Interpretada por Colbie Caillat
Cortesia de Universal
Republic Records
Sob licensa de Universal Music Enterprises

“Chianti Country”
Composta por Reg Tilsley
Cortesia de DeWolfe Music

“Verona”
Escrita e Interpretada por Andy Georges
Cortesia de MusicSupervisor.us

“Un Giorno Così”
Escrita por Massimo Pezzali
Interpretada por 883
Cortesia de Warner Music Italy SpA
Warner Music Group Film & TV Licensing

“Per Avere Te”
Escrita por Romano Rizzati e Sergio Tocci
Interpretada por Franco Morselli
Cortesia de Beat Records Co. Visions from the Roof

“Quando, Quando, Quando”
Escrita por Tony Renis e Alberto Testa
Produzida por John Houlihan e Eric Pressley (como Eric Pressly)
Interpretada por Laura Jane (como Lisa Jane) e Chris Mann

“Variations On A Theme By Mozart (Magic Flute) Op. 9”
Composta por Fernando Sor
Arranjos de Jim Long
Cortesia de Crucial Music Corporation

“Sospesa”
Escrita por Ferdinando Arnò e Luigi de Crescenzo
Interpretada por Malika Ayane e Pacifico
Cortesia de Sugar S.r.I.

“Per Dimenticare”
Escrita por Matteo Maffucci, Thomas De Gasperi, Enrico Ciarallo e Danilo Paoni
Interpretada por Zero Assoluto
Cortesia de Lasugo SrI/RTI SpA

“Sono Bugiarda (I’m A Believer)”
Escrita por Neil Diamond
Interpretada por Caterina Caselli
Cortesia de Warner Music Italy SpA
Warner Music Group Film & TV Licensing

“Guarda Che Luna”
Escrita por Gualtiero Malgoni
Interpretada por Fred Buscaglione
Cortesia de Warner Music Italy SpA
Warner Music Group Film & TV Licensing

“Love Story”
Escrita e Interpretada por Taylor Swift
Cortesia de Big Machine
Records, LLC

“What If”
Escrita por Colbie Caillat, Rick Nowels e Jason Reeves
Produzida por John Shanks
Interpretada por Colbie Caillat
Cortesia de Universal Republic Records
Sob licensa de Universal Music Enterprises

Frases em Inglês

Victor: It’s not a mushroom, okay. It’s a truffle.

Sophie: So no “Lake Garda” today?
Victor: Well, “Lake Garda”‘s been there for five hundred thousand years.

Sophie: (drily) I’m sorry, I didn’t know love had an expiration date.

Claire: Charlie doesn’t approve, which makes it all the more fun.

Charlie: (trying to convince Claire to leave) It’s been a long day.
Claire: All right, darling, have a nice sleep.

Charlie: (as Sophie interrupts yet again) Oh-*here she comes!*

Sophie: I think it’s a story worth telling.

Sophie: That’s so romantic.
Charlie: What’s so romantic about eating in the dirt?

Charlie: It’s over! We’re done! We’ve found Nemo!

Claire: (about Sophie) She’s coming!
Charlie: (sarcastically) Oh, she’s coming? Oh, *splendid!*

Sophie: “Happy”? Did your grandson say “Happy”?

Claire: Charlie, say you’re sorry.

Claire: I think you understand why I’m saying you’re a total idiot.

Charlie: Okay, okay, gran. Don’t sugarcoat it.
Claire: I won’t.

Charlie: (running after her) Sophie! Sophie!
(Sophie appears on the balcony)
Charlie: Of course! The balcony!

Charlie: Because the truth is, Sophie, I am madly, truly, deeply, passionately in love with you.

Sophie: (checking to see if he’s unhurt) Can you move?

Charlie: Only my lips. (they kiss)

Charlie: I would have grabbed her from that blasted balcony and been done with it.

Charlie: Patricia is my cousin!
Sophie: How is that legal?

Charlie: But that’s different.
Claire: Oh, of course it is.
Her mother chose to leave her. You always knew your parents loved you.

Sophie: I didn’t go to him, Juliet. I didn’t go to Lorenzo. His eyes were so full of trust I promised I’d meet him and run away together because my parents don’t approve. But, instead, I left him waiting for me below our tree – waiting and wondering where I was. I’m in Veronoa now. I return to London in the morning and I am so afraid. Please, Juliet tell me what I should do. My heart is breaking and I have no one else to turn to. Love, Claire

Claire: Dear Claire, “What” and “If” are two words as non-threatening as words can be. But put them together side-by-side and they have the power to haunt you for the rest of your life: What if? What if? What if? I don’t know how your story ended but if what you felt then was true love, then it’s never too late. If it was true then, why wouldn’t it be true now? You need only the courage to follow your heart. I don’t know what a love like Juliet’s feels like – love to leave loved ones for, love to cross oceans for but I’d like to believe if I ever were to feel it, that I will have the courage to seize it. And, Claire, if you didn’t, I hope one day that you will. All my love, Juliet

Builder: Builder: (as Sophie walks past)
Builder: Hey sweetheart, can I help you carry your magazine?

CRÍTICA

Atuações fracas prejudicam a interessante premissa da comédia romântica

Carina Toledo

A comédia romântica não é um gênero marcado    por inovações – ao contrário: normalmente repete a fórmula    “boy meets girl”, o famoso “menino conhece menina”.    Às vezes, no entanto, o gênero produz ótimos filmes, apostando    na ideia de que o essencial não é o que acontece no final,    mas como os personagens chegaram até lá.

Cartas para Julieta (Letters to Juliet,    2010) segue essa linha e sua premissa traz elementos que poderiam render um    bom romance. Amanda Seyfried vive Sophia, uma estadunidense    que vai passar férias com seu noivo (Gael García Bernal)  em Verona, a charmosa cidade italiana que serviu de cenário para a célebre  história de amor de Romeu e Julieta. Ao visitar a casa de Julieta, um    dos pontos turísticos da cidade, Sophia se depara com uma parede cheia    de cartas, em que mulheres apaixonadas pedem a Julieta que as ajude com seus problemas no amor. Ela então descobre que, diariamente, as cartas são recolhidas e respondidas por um grupo de voluntárias. Sophia passa a ajudá-las e acaba encontrando uma carta datada de 1951, escrita por uma inglesa que se apaixonou por um italiano em sua juventude, mas deixou escapar a oportunidade de ficar com ele. Ela então decide responder a carta de meio século, promovendo o amor verdadeiro. Empolgada com o conselho da carta, Claire Smith (Vanessa Redgrave) – hoje uma senhora –    retorna à Itália para encontrar a paixão de sua adolescência e assim Sophia, Claire e seu neto Charlie (Christopher Egan) embarcam em uma viagem para procurar o tal Lorenzo Bartolini. Nesse momento, a comédia romântica ganha ares de road movie, mostrando bonitas paisagens da Toscana.

Mesmo que minimamente interessante, o roteiro de José Rivera (Diários    de Motocicleta) e Tim Sullivan peca pela previsibilidade excessiva. O começo do filme já mostra todos os elementos que serão resolvidos no desfecho – se a protagonista sonha em ser promovida de checadora de fatos à repórter da revista The New Yorker, o que será que vai acontecer? Essa previsibilidade é acentuada pela direção de atores. Enquanto Seyfried e Redgrave convencem em seus papéis, parece que o diretor Gary Winick (De    repente 30) deixou de lado o elenco masculino. A atuação de Christopher Egan é sofrível e até Gael García Bernal, normalmente um excelente ator, atua no automático e deixa claro em seus primeiros minutos de tela o destino de seu personagem.

Contar de antemão o que acontece com os personagens não é necessariamente um problema – até William Shakespeare optou por contar no prólogo de Romeu e Julieta que o casal protagonista morria no final. O problema de Cartas para Julieta é que o discurso do amor verdadeiro parece vazio e bobinho sem atuações intensas e que transmitam alguma veracidade.

Trailer Oficial Legendado

*A imagem ilustrativa deste post retirei do site http://www.outracoisa.com.br/wp-content/uploads/2010/06/cartas-para-julieta-a-outracoisa-640×342.jpg através de pesquisa na internet.
*As informações sobre o filme “Cartas para Julieta” retirei dos sites http://www.epipoca.com.br/filmes_detalhes.php?idf=22764, http://www.epipoca.com.br/filmes_filmagem.php?idf=22764, http://www.epipoca.com.br/filmes_trilha.php?idf=22764, http://www.epipoca.com.br/filmes_frases.php?idf=22764 através de pesquisa na internet.
*A crítica do filme retirei do site http://www.omelete.com.br/cinema/critica-cartas-para-julieta/ através de pesquisa na internet.
*O Trailer Oficial Legendado do filme “Cartas para Julieta” retirei do site http://www.youtube.com/watch?v=ve5aUbb7gA8 através de pesquisa na internet.

Sobre maryalcantaras

Sou uma pessoa calma e bastante tímida. Não costumo sair muito e por isso vivo na internet. Sou bem eclética em questões referentes a preferências... adoro ler, ouvir música, dançar e tomar umas biritas de vez em quando... mas o que eu adoro mesmo é DORMIR e BEIJAR!!! Meu hobbie é DORMIR. Me interesso por coisas variadas, gosto tanto de coisas simples quanto de coisas rebuscadas. "O Amor conquista-se com Amor e não impondo regras." (A.D.) E talvez tenha de praticar um pouco mais a minha tolerância...
Esse post foi publicado em Cinefilia/Cinéfilo e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s