Sexta feira, 13 de agosto de 2010

Sexta feira 13 – A Origem
 
A Sexta-Feira 13 é marcada por muitos mistérios, loucuras, histórias e supertições. Há quem diga que esse é o dia do Azar… Tudo isso porque dizem que o número 13 é o número do azar. Numerologicamente falando… 12 é o número completo, 12 meses, 12 apóstolos de Jesus, 12 signos.. 12, 12 e 12… E o 13 é considerado um número irregular.

A Sexta-Feira foi o dia em que Jesus Cristo foi crucificado e também é considerado o dia do azar. Sendo assim, juntando as duas "pragas", deu no que deu.
A razão histórica para a Sexta-Feira 13 vem desde a Ordem dos Cavaleiros Templários em 1307, quando no dia 13 de Outubro deste ano, uma sexta-feira, o rei francês Filipe IV disse que essa origem era ilegal e mandou exterminar os Cavaleiros e depois foram acusados de Heresia. Outra possibilidade é que Jesus morreu em uma sexta-feira 13 e no dia da Santa Ceia, existiam 13 homens na mesa. Posteriormente, Jesus e Judas Iscariotes morreram.
 
Curiosidades úteis, ou não.

Triscaidecafobia é um medo irracional e incomum do número 13. Já o medo específico do número 13 é frigastriscaidecafobia.
– O pior incêndio da história da Austrália foi registrado em uma sexta-feira 13 de 1939, onde 20 mil quilômetros de terra foram queimados. 71 pessoas morreram.

SEXTA-FEIRA 13

Por: Socorro Viana

Estamos diante de uma sexta feira 13 de agosto!

Muito se fala sobre os efeitos maléficos desse dia. Mas, o que há de verdadeiro nisso?

O mito da sexta feira 13 vem acompanhando o homem desde a antiguidade, sendo tratado como um momento mágico, utilizados pelos magos para realização de rituais e práticas de poder, tanto ligados à trevas como a Luz.

Podemos acrescentar várias informações, com base nas linhas de pensamento, ligadas a história do homem especificamente sobre esse dia: 

  • O número 13, por representar a morte segundo o Tarot, é bastante temido e de uma forma geral é encarado de mau presságio. No entanto, é importante encará-lo como agente de transformação e mudança radical;

  • Associado a degeneração e a destruição física, inconscientemente as pessoas têm uma reação negativa em relação ao número 13, esquecendo o lado elevado desse número e a idéia de transformação ser sempre para realização e crescimento;

  • Em função da força emanada do número 13 podemos lembrar eventos ligados ao mesmo, de extrema importância: – O número 13 é preservado nas medidas da grande pirâmide do Egito; Os apóstolos foram 12 e o cristo, representa o número 13, a iluminação; Segundo a civilização maia, os 13 tons galácticos do seu calendário, representam as 13 articulações principais do corpo humano.

O número 13, ligado a uma sexta feira e ao mês de agosto, segundo as cresças populares, está associado à força dos bruxos e bruxas os quais desde o passado até a era moderna, muitos temem.

Falar sobre bruxaria é retornar aos primórdios da humanidade, quando o ser humano começou a despertar para a natureza os mistérios da vida e da natureza.

Naquela época, atribuiu-se a criação do universo a Grande Mãe.

Entre os povos, surgiu o culto ao Deus dos Animais e da Fertilidade também conhecido como Deus de Chifres ou Cornífero. Os chifres sempre representando a energia masculina e a ligação com o cosmos. Hoje a figura do Deus Cornífero é atribuída ao Diabo, tendo sido iniciada essa concepção com o advento do Cristianismo, com a intenção de juntar a idéia do Diabo (entidade criada pelas religiões judaico-cristãs) aos cultos pagãos naturais, não sendo essa a idéia básica desses cultos à natureza.

No período Neolítico, quando os povos Celtas chegaram a Europa, quase 1000 anos antes de Cristo, trouxeram suas próprias crenças misturando-as às crenças dos povos locais, originando o nascimento da Wicca.

É importante lembrar que a Wicca se firmou entre os celtas, mas a bruxaria é anterior a esse período.

(obs: a palavra Bruxa vem do latim pluscios – plus= mais; cios= saber. “pessoa que sabe muito”.)

Todas as formas de bruxaria, inclusive a Wicca, são derivadas do Xamanismo Primitivo (força da magia natural).

Para a Wicca, existe um grande princípio criador, de onde surgiram duas grandes polaridades, dando origem ao Universo.

O Princípio Feminino ou Grande Mãe: representando a Energia Universal Geradora, o Útero da Criação. É associada a Lua, a Noite, a Intuição e a Regeneração. A Deusa tem três faces: A Virgem, a Mãe e a Sábia, sendo a última ligada à imaginação geral popular.

O Princípio Masculino ou Deus Cornífero: este é o símbolo da energia masculina e é associado ao Sol, a Coragem, a Saúde, a Alegria. Como o Sol que nasce, segue um caminho no céu e se esconde, todos os dias,  o Deus nos mostra os mistérios da Morte e do Renascimento.

Na Wicca, o Deus nasce da Grande Mãe, cresce, torna-se adulto, apaixona-se pela Deusa, fazem amor, ela fica grávida. O Deus morre no inverno e renasce novamente, fechando os ciclos da natureza.

Parece estranho na concepção de muitos, que o Deus seja filho e amante da Deusa, mas o belo simbolismo do mito representa que tudo vem do útero da Deusa e para lá tudo retorna.

Que a energia do Deus e da Deusa, derrame-se sobre todos elevando o padrão de fraternidade humana, consolidando uma Paz que possa durar para sempre!


*As imagens ilustrativas e informações sobre a origem da Sexta feira 13 retirei do blogspot http://blog-do-han.blogspot.com/2010/08/sexta-feira-13-origem.html através de pesquisa na internet.

*As informações sobre a Sexta feira 13 retirei do site http://www.hajaluz.com.br/mensagens/mensagem12.htm através de pesquisa na internet.

Sobre maryalcantaras

Sou uma pessoa calma e bastante tímida. Não costumo sair muito e por isso vivo na internet. Sou bem eclética em questões referentes a preferências... adoro ler, ouvir música, dançar e tomar umas biritas de vez em quando... mas o que eu adoro mesmo é DORMIR e BEIJAR!!! Meu hobbie é DORMIR. Me interesso por coisas variadas, gosto tanto de coisas simples quanto de coisas rebuscadas. "O Amor conquista-se com Amor e não impondo regras." (A.D.) E talvez tenha de praticar um pouco mais a minha tolerância...
Esse post foi publicado em Datas Comemorativas, Espiritualidade e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s