E se Fosse Verdade

Acabo de assitir este filme e recomendo… 

E Se Fosse Verdade

O filme Just Like Heaven (E se Fosse Verdade) do diretor, Mark Waters, filmado em 2005 nos EUA, foi baseado no livro If Only It Were True (Se apenas isso fosse verdade) de Marc Levy. Trata – se de uma comédia romântica com muitas aventuras entre os protagonistas, uma linda loira residente de medicina Elizabeth Masterson, a atriz Reese Witherspoon, e um arquiteto David Abbott, o ator, Mark Ruffalo.
A história começa, com um acidente de carro que deixa a estudante em coma induzido por seis meses no hospital da cidade. Nesse período, o apartamento dela é alugado, por sua única irmã, pois as chances de sobrevivência eram mínimas.
O paisagista passa a morar no apartamento, e freqüentemente passa a ver o espírito da estudante, mas o curioso, é que só ele consegue essa proesa. Por mas que ele tente de diversas maneiras tirar o espírito da moça do apartamento, contratando pessoas para fazer mandingas, dentre outras coisas, não aconteceu.
Eles acabam se apaixonando, apesar de só ele poder vê-la, e ele é o único que pode impedir que os aparelhos que a mantém sejam desligados. Pois antes de entrar em coma ela assinou um documento, se caso estivesse nesse estado, poderia desligar os aparelhos, porém, ao perceber que poderia voltar ao plano material, lutou ao máximo para que o mesmo fosse feito.
Falar da vida humana é sempre um assunto interessante, ainda, mas se estiver em questão a espiritualidade, que deixa o filme com mais emoção, mais reflexivo, e nos faz pensar em coisas simples do dia – a – dia, como por exemplo, a solidariedade, o querer bem e o amor. Na correria das grandes cidades, acabamos deixando de lado, mas o filme resgata esses sentimentos com grande destreza.
O figurino usado para fazer o filme é totalmente adequado para a história em questão, bem sutil e delicado muito bem escolhido pelas figurinistas Sophie Carbonell e Sophie De Rakoff.
A trilha sonora é bem agradável, dá a impressão de estarmos entrelaçados na história, e dá vontade de ver, e rever essa linda comédia romântica.
 

  

Resenha – E se Fosse Verdade

Publicado em 23/12/2005 às 00:01

Texto por Carlos Cyrino

A comédia romântica é um dos gêneros mais sub-aproveitados do cinema hollywoodiano. Considerado “filme de mulher”, geralmente são obras que não se arriscam, feitas sob medida para agradar ao maior público possível. Críticos estão fora dessa lista, por isso o gênero é constantemente achincalhado por estes respeitáveis profissionais.

A culpa não é deles, mas do próprio sistema de produção que faz uma tonelada de filmes genéricos a fim de tirar sua preciosa grana com um mínimo (e bota mínimo nisso) de qualidade. Para cada exemplar bom que surge, como Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembrança (que também pode ser considerado um romance ou até um drama), chegam em sua cola mais uns dez como este E se Fosse Verdade, contentes em ficar na parte carnuda dos filmes medíocres (não no sentido pejorativo) do gênero.

Bom, esta nova produção é tipo um Ghost sem toda aquela pretensão. Desta vez acompanhamos a história de Elizabeth (Reese Witherspoon), uma médica que só tem tempo para o trabalho. Resultado: nada de vida pessoal. Um dia, ela sofre um acidente e desencarna. Mas ela não percebe que virou um espírito e assim passa a encher o saco de David (Mark Ruffalo, de Colateral) um sujeito deprê que alugou o apartamento da fantasminha.

Como é de praxe nesses filmes, os dois não vão se dar bem no começo, mas aí, David, já conformado em dividir o apê com uma fantasma (isso até que seria legal), passa a ajudá-la a descobrir o que aconteceu (a moça está meio sem memória) e dessa convivência forçada os dois vão acabar… Preciso mesmo completar a frase ou você já adivinhou o que acontecerá?

Enfim, a história não é nenhuma novidade, você adivinha tudo o que vai acontecer, e mesmo assim o filme é legalzinho. Tem umas cenas engraçadinhas, David tem alguns diálogos espertos, Elizabeth é simpática e há até uma referência bacana a Os Caça-Fantasmas quando David ainda está na fase de tentar se livrar da assombração.

Para aqueles que perceberam que o título em inglês do filme é também o nome de uma das músicas mais famosas do The Cure e estão se perguntando se ela toca no filme, eu respondo. Sim, ela toca logo no começo, numa cover melosa de uma tal de Katie Melua e no final, em sua versão original.

E se Fosse Verdade é um filme que veio para somar, e não para acrescentar nada ao gênero. Mas tem o mínimo de qualidade necessário para ser um bom programa para namorados num domingo. Mas só para eles.


*A imagem ilustrativa deste post retirei do spaces http://valroom.spaces.live.com através de pesquisa na internet.

*As informações sobre o filme "E Se Fosse Verdade" retirei do blogspot http://mariserita.blogspot.com/2008/06/resenha-do-filme-e-se-fosse-verdade.html através de pesquisa na internet.

*O trailer do filme "Just Like Heaven" retirei do site http://br.youtube.com/watch?v=V5QxRKIsEGc através de pesquisa na internet.

*A resenha do filme retirei do site http://www.delfos.jor.br/conteudos/index_interna.php?id=522&id_secao=1&id_subsecao=2 através de pesquisa na internet.

Anúncios

Sobre maryalcantaras

Sou uma pessoa calma e bastante tímida. Não costumo sair muito e por isso vivo na internet. Sou bem eclética em questões referentes a preferências... adoro ler, ouvir música, dançar e tomar umas biritas de vez em quando... mas o que eu adoro mesmo é DORMIR e BEIJAR!!! Meu hobbie é DORMIR. Me interesso por coisas variadas, gosto tanto de coisas simples quanto de coisas rebuscadas. "O Amor conquista-se com Amor e não impondo regras." (A.D.) E talvez tenha de praticar um pouco mais a minha tolerância...
Esse post foi publicado em Cinefilia/Cinéfilo e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s