Bezerra de Menezes – O Diário de Um Espírito

 

 
O Filme
 
Primeiro longa-metragem Cearense passado no Século XIX o filme será um marco na Cinematografia do Estado.

Realizado com a mais avançada tecnologia digital e finalizado em 35mm, o longa-metragem “Bezerra de Menezes – O Diário de Um Espírito” fará uma fiel reconstituição de época para representar o Ceará e o Rio de Janeiro do Século XIX. Com cuidadosa pesquisa história de Luciano Klein, biógrafo de Bezerra de Menezes, aliada a extensa pesquisa iconográfica nos acervos mais importantes do país, a vida de Bezerra de Menezes será contada com passagens ficcionais e relatos de pesquisadores de sua vida e obra.

A produção teve locações no Ceará, Pernambuco e Rio de Janeiro e contou com o talento do ator Carlos Vereza interpretando Bezerra de Menezes, além de grande elenco Cearense.

Bezerra de Menezes
 
A vida de nosso personagem começa em 1831 na localidade de Riacho do Sangue, Ceará.
No universo sertanejo forjou seu caráter e aos dezoito anos inicia no Rio de Janeiro seus estudos de medicina. Na Capital da República foi um grande abolicionista e elegeu-se vereador e deputado em várias legislaturas. Porém, o trabalho anônimo em favor dos mais humildes foi que lhe trouxe o maior reconhecimento de seu povo, que o chamava Médico dos Pobres.

Sua trajetória foi marcada pelo amor e pela caridade. Seja como o político devotado às causas humanitárias ou como o médico conhecido por jamais negar socorro a quem batesse à sua porta. Um exemplo de homem que fez da sua vida um meio de servir ao próximo e à sua pátria.

Contar a vida desse ilustre Cearense é um projeto que ambiciona, mais do que prestar tributo à um grande homem, possibilitar, através do audiovisual, o contato do grande público com as minúcias do seu pensamento e conhecer passagens relevantes de sua vida para melhor compreender a magnitude da sua obra.

"O médico verdadeiro não tem o direito de acabar a refeição, de escolher a hora, de inquirir se é longe ou perto. O que não atende por estar com visitas, por ter trabalhado muito e achar-se fatigado, ou por ser alta noite, mau o caminho ou tempo, ficar longe, ou no morro; o que sobretudo pede um carro a quem não tem como pagar a receita, ou diz a quem chora à porta que procure outro – esse não é médico, é negociante de negociante de medicina, que trabalha para recolher capital e juros os gastos da formatura. Esse é um desgraçado, que manda, para outro, o anjo da caridade que lhe veio fazer uma visita e lhe trazia a única espórtula que podia saciar a sede de riqueza do seu espírito, a única que jamais se perderá nos vaivens da vida". Bezerra de Menezes 

Imprensa
 
Filme “Bezerra de Menezes” supera 260 mil espectadores em menos de um mês de exibição

Os números de bilheteria do filme “Bezerra de Menezes: o Diário de um Espírito” não páram de crescer em todo o país.

 
Segundo dados da Fox Filmes, até o último domingo o filme ultrapassou a casa dos 260 mil espectadores, mantendo a liderança em comparação às produções que estrearam na mesma semana (O Reino Proibido, O Nevoeiro e Os Desafinados).
Para suprir a crescente procura pela produção cearense, a distribuidora anunciou na semana passada mais quatro cópias do filme, que agora chega a 64 salas de cinema do Brasil. 
 
Entra em cartaz em Fortaleza filme “Bezerra de Menezes: o Diário de um Espírito”

Depois de gerar expectativas em todo o país, o filme “Bezerra de Menezes: o Diário de um Espírito” estreou na última sexta-feira (29) em Fortaleza nos cinemas do Shopping Iguatemi e do North Shopping. Além de Fortaleza, o filme foi lançado em mais 43 cidades do Brasil, selando a expectativa em torno do longa cearense, que levou dois anos e meio par ficar pronto. O roteiro de Andréa Bardawill, referenciado no trabalho de pesquisa biográfica de Luciano Klein, contempla a trajetória do humanista Bezerra de Menezes, que exerceu na medicina e na política alguns princípios como a bondade, a caridade e a ética.

O filme é uma realização da ONG Estação da Luz e traz na produção a equipe da Trio Filmes. Com um orçamento de aproximadamente R$ 2 milhões, a direção é dos cineastas Glauber Filho e Joe Pimentel e conta com a distribuição da Fox Filmes. No elenco de “Bezerra de Menezes: o Diário de um Espírito”, atores de renome nacional, como Carlos Vereza, Lúcio Mauro e Caio Blat, misturam-se a um casting de atores cearenses em um cenário familiar. O filme teve locações em cidades como Fortaleza, Guaramiranga e Maranguape, além de Recife e Rio de Janeiro. Figurino, cenário e maquiagem foram trabalhados e o resultado é uma fiel reconstituição da época em que viveu Bezerra de Menezes. O “Médico dos Pobres” nasceu em 1831, na localidade de Riacho do Sangue, hoje, município de Jaguaretama, no interior do Ceará, e faleceu em abril de 1900, no Rio de Janeiro.

Baseado em fatos reais, o longa adota uma seqüência cronológica das experiências vividas por Bezerra de
Menezes, conduzidas em narrativa pelo protagonista do filme, Carlos Vereza. Dramas pessoais de uma mudança íntima, o rompimento com a família pela opção religiosa e o conflito com as oligarquias no combate à escravidão são alguns pontos marcantes da trajetória do médico, adaptados para o audiovisual. 
 

Filme “Bezerra de Menezes” será lançado no dia 29 de agosto

O longa-metragem “Bezerra de Menezes: o Diário de Um Espírito”, dirigido pelos cineastas cearenses Glauber Filho e Joe Pimentel, tendo em seu elenco nomes como Carlos Vereza – que interpreta o papel principal, Lúcio Mauro e Ana Rosa, será lançado nas salas de cinema de todo o Brasil no dia 29 de agosto, data de aniversário do cearense conhecido como o “Médico dos Pobres”. A produção do filme e a Fox Filmes do Brasil, distribuidora da produção no mercado nacional, estão agendando uma avant-première em treze capitais brasileiras (Belém, Teresina, Fortaleza, Recife, Natal, Salvador, Brasília, Goiânia, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre).

“Bezerra de Menezes: o Diário de Um Espírito” é uma produção da Trio Filmes, com realização da ONG Estação da Luz, e teve orçamento de R$ 2 milhões, contando com a participação de atores de renome nacional, como Carlos Vereza, que faz o papel principal do médico cearense Bezerra de Menezes, Lúcio Mauro, Caio Blat, Paulo Goulart Filho e Ana Rosa, além de um casting de atores cearenses. O filme teve locações em dois Estados. No Ceará, as locações foram em Fortaleza e nos municípios de Guaramiranga, Pacoti, Aratuba, Icó e Maranguape. A equipe de atores e da produção também fez gravações em Recife (PE).

Para a realização do longa-metragem, foi elaborada uma extensa e cuidadosa pesquisa histórica pelo biógrafo de Bezerra de Menezes, Luciano Klein, e também pela roteirista Andréa Bardawill. Através do trabalho de figurino, maquiagem e cenário, o longa-metragem realiza uma fiel reconstituição da época em que viveu o médico, desde o seu nascimento, em 1831, na localidade de Riacho do Sangue, hoje, município de Jaguaretama, no interior do Ceará, até sua morte.

O universo sertanejo permeia a trama nessa primeira fase do filme, na qual Bezerra de Menezes vive a infância e a adolescência. Aos dezoito anos, o protagonista inicia no Rio de Janeiro seus estudos de Medicina. Na então Capital da República, elegeu-se vereador e deputado em várias legislaturas e defendeu as idéias abolicionistas. Mas o que lhe trouxe o maior reconhecimento de seu povo foi o trabalho anônimo realizado em prol dos desfavorecidos. Por conta disso, ficou conhecido como o “Médico dos Pobres”. Seja como político devotado às causas humanitárias ou como médico conhecido por jamais negar socorro a quem batesse à sua porta, Bezerra de Menezes tornou-se um exemplo de homem e escreveu uma história de vida marcada pelo amor e pela caridade. Toda essa bela história é retratada no filme que estréia em 29 de agosto.

A primeira versão do filme, registrado sob o formato de documentário ficcional, será incluída na versão para DVD, que estará disponível posteriormente.

 
Os Diretores
 
Glauber Filho realizou vários curtas-metragens, entre eles "A Doença do Poço", "Borracha para Panela de Pressão" e "San Pedro, um Navio a Deriva". Produziu e dirigiu o longa "Oropa, França, Bahia", premiado pela Fundação Vitae e MacArtur. Recebeu diversos prêmios em festivais nacionais e internacionais de cinema, como o Festival Internacional de Figueira da Foz (Portugal), Festival de Cinema de Tondela (Portugal) e Videofest (Berlim- Alemanha). Como diretor publicitário, atuou em grandes produções cearenses, e também presidiu a TV Ceará entre 2003 a 2006.
 
Joe Pimentel é fotografo e diretor. Já atuou como Diretor de Fotografia e Assistente de Direção de diversas produções, como "Sertão das Memórias", "Um Cotidiano Perdido no Tempo", "Villa Lobos – Uma Vida de Paixão", "Milagre em Juazeiro" e "O Noviço Rebelde". Como diretor, realizou vários curtas, entre eles "Retrato Pintado", filme que lhe rendeu as maiores premiações do cinema nacional como melhor filme e direção nos festivais de Brasília, Recife, Curitiba e Ceará. Atualmente, ele finaliza o curta "Câmara Viajante", e dirige a Trio Filmes.
 
Sobre a Estação da Luz

A Associação Estação da Luz é uma entidade, sem fins lucrativos, que atua no município do Eusébio, Ceará. Ela desenvolve e realiza diversos projetos sociais nas áreas de educação, cultura, inclusão social, esporte e lazer. Suas ações visam divulgar uma cultura de paz e solidariedade. Informações pelo telefone (85) 3260.5140 ou através do endereço eletrônico www.estacaoluz.org.br

 
Trailer ‘Bezerra de Menezes – Diário de um Espírito’
 
  

 

Resenha – Bezerra de Menezes: O Diário de um Espírito

A alma caridosa de Bezerra de Menezes é bastante explorada em cenas que contam histórias bastante conhecidas entre os espíritas

 

O filme Bezerra de Menezes: O Diário de um Espírito, que estreou nos cinemas no dia 29 de agosto (data de aniversário de Bezerra de Menezes), surpreendeu as expectativas dos responsáveis pela produção cinematográfica cearense. Segundo dados da Fox Filmes, mais de 50 mil pessoas assistiram ao filme nas 44 salas de cinema de todo o país no final de semana de lançamento. Só em Brasília foram mais de 5 mil expectadores.

 

Conhecido como “Médico dos Pobres”, Adolfo Bezerra de Menezes, nasceu em 29 de agosto de 1831, na localidade de Riacho do Sangue, hoje, município de Jaguaretama, no interior do Ceará. O ambiente do sertão cearense que marcou a infância e adolescência de Bezerra é descrito com total fidelidade nos aspectos de figurino, cenário e maquiagem.

 

Com uma linguagem impecável e captação de belas imagens, o filme Bezerra de Menezes: O Diário de um Espírito é capaz de emocionar a todos os expectadores. Relatando algumas histórias do período acadêmico de Bezerra, que cursou a faculdade de Medicina no Rio de Janeiro, o longa-metragem transmite a mensagem de um espírito que ficou conhecido por sua perseverança.

 

Outro ponto forte que podemos destacar sobre o filme é a trilha sonora, de responsabilidade de Ítalo Menezes, que de uma forma simplória tranqüiliza e pode nos levar a reflexão, fazendo-nos viajar pela história de vida de Bezerra de Menezes, que para alguns é chamado de Allan Kardec brasileiro.

 

O longa-metragem conta com a participação de atores de renome nacional, como Carlos Vereza (no papel principal), Lúcio Mauro e Caio Blat. A participação de atores cearenses também está presente no filme.

 

A alma caridosa de Bezerra é bastante explorada em cenas que contam histórias bastante conhecidas entre os espíritas, como o episódio em que ele dá seu anel de formatura a uma mulher pobre para que ela possa comprar o remédio para sua filha que estava doente.


*As informações sobre o filme Bezerra de Menezes – O Diário de Um Espírito retirei do site http://www.bezerrademenezesofilme.com.br/ através de pesquisa na internet.
*O Trailer do filme ‘Bezerra de Menezes – Diário de um Espírito’ retirei do site http://www.youtube.com/watch?v=3_i91y9Tuyo através de pesquisa na internet.
*A resenha do filme retirei do site http://www.unifolha.com.br/lernoticiafoto.aspx?id_noticia=1389 através de pesquisa na internet.

Sobre maryalcantaras

Sou uma pessoa calma e bastante tímida. Não costumo sair muito e por isso vivo na internet. Sou bem eclética em questões referentes a preferências... adoro ler, ouvir música, dançar e tomar umas biritas de vez em quando... mas o que eu adoro mesmo é DORMIR e BEIJAR!!! Meu hobbie é DORMIR. Me interesso por coisas variadas, gosto tanto de coisas simples quanto de coisas rebuscadas. "O Amor conquista-se com Amor e não impondo regras." (A.D.) E talvez tenha de praticar um pouco mais a minha tolerância...
Esse post foi publicado em Cinefilia/Cinéfilo, Espiritualidade e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Bezerra de Menezes – O Diário de Um Espírito

  1. Cristina disse:

    Eu acredito no espiritismo. Esse filme deve ser bom sim….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s