Dia do Vizinho

 

  O Dia do Vizinho é comemorado em 20 de agosto, no mesmo dia do aniversário da poetisa Cora Coralina. Foi ela justamente quem teve a idéia de instituir a celebração. Segundo Cora, o vizinho "é mais que parente, pois é o primeiro a saber das coisas que acontecem na vida gente". Por isso, a razão da festa.

O Dia do Vizinho – O que você acha?

João Carlos Lopes dos Santos

     Realmente, vivemos dias de muita insegurança – física e patrimonial. O item segurança está, de há muito, na ordem do dia. Só se pensa em instalação de câmara de vídeo, agentes de vigilância, guaritas de segurança, guarda-costas, automóveis blindados e outras coisas do gênero.

     Acontece, porém, que ninguém conhece o seu vizinho de porta. Pergunto: você conhece os moradores do seu prédio? Reconhece-os no shopping? E os moradores da sua rua?

Tão perto e tão longe

     Tenho um amigo que mora num edifício, tipo dois apartamentos por andar, numa daquelas ruas internas e, aparentemente, tranqüilas da Tijuca. Um dia, vira-se o meu amigo para sua mulher e pergunta: você tem visto o nosso vizinho de porta? Diante da resposta negativa da mulher – homem adora dedução -, comentou: a mulher dele, anda triste, abatida; outro dia no elevador entrou muda e saiu calada… Não sei não, mas estou achando que o vizinho abandonou a mulher…

     Dias depois, a mulher do meu amigo – mulher é bicho curioso – dá retorno ao diálogo: você não sabe da maior, peguei a vizinha aí do lado no elevador e perguntei pelo marido. Você não vai acreditar: o marido dela chamava-se Antenor, morreu de infarte fulminante, há dois meses e meio…

Apartamento e isolamento são rimas, mas não solução

     Histórias como essas acontecem aos milhares nas grandes metrópoles. Vizinhos de porta que não se conhecem. Nos condomínios fechados também acontece. Dou como exemplo o condomínio Nova Ipanema, na Barra da Tijuca, onde moro no Rio de Janeiro; quem mora nas colunas 01 e 02 de alguns edifícios, dificilmente conhece seus vizinhos das colunas 03 e 04, pois não dividem elevadores, tampouco o espaço da garagem. Se não freqüentarem o clube ou as assembléias do condomínio, provavelmente, ficarão sem se conhecer pelo resto de suas vidas.

     No edifício onde moro também é assim. A convivência é das melhores, gente da melhor qualidade, mas que não são de andar uns pelas casas dos outros, tampouco têm intimidade para pedir o aspirador de pó emprestado, um copo de açúcar, etc. Até os atritos com problemas de cães são mínimos. Existem, mas são mínimos…

     Quando viajamos, é ao vizinho de porta que pedimos para dar uma olhadela nos movimentos estranhos em nosso apartamento. Vizinho de porta é coisa muito importante, é ele que nos socorre na hora de um acidente ou mal súbito. Nesses momentos, quase sempre estamos sós, longe dos parentes, e é com eles que nos socorremos.

     Os nossos vizinhos de porta, agora uma família baiana, são excelentes. Gente educada é outra coisa. Durante 25 anos que moramos em Nova Ipanema, tivemos uns seis vizinhos e sempre demos muita sorte. A sensação que se tem, é que o apartamento está sempre vazio – duvido que eles pensem a mesma coisa de nós…

     Os anteriores eram pernambucanos e, antes deles, uma família mineira. Por se tratar de um apartamento de aluguel, ficam por pouco tempo, e, invariavelmente, são de outros Estados e voltam às origens ou, então, saem de lá para uma residência própria.

Quando o barulho não incomoda, muito pelo contrário

     Estive em Santa Maria (RS), a convite, para fazer uma palestra sobre mercado de arte. Minha estada lá, coincidiu com a festa do Dia do Vizinho, que eles comemoram no 3.º domingo de cada mês de agosto. Dia do Vizinho, em Santa Maria, é lei, com número, artigos e tudo: Lei Municipal n.º 3.300/91, de 18/1/91. Diz o art. 1.º – Fica instituído, no âmbito do Município de Santa Maria, o "Dia Municipal do Vizinho".

     No terceiro Domingo de Agosto é só festa. As ruas da cidade são fechadas com fartas mesas de comida e bebida, transformadas em campos de futebol, quadras de voleibol, de peteca, tomam chimarrão (aliás, isso eles fazem todos os dias, o dia todo), jogam cartas, conversa fora e até fazem uma trégua na "eterna guerra do futebol gaúcho" que dividem os gaúchos em duas facções bélicas: colorados e gremistas. Nesse dia ninguém briga. Realmente, há uma total confraternização – como se fosse um dia de Natal comemorado por uma enorme família -, que reflete até o Dia do Vizinho do ano seguinte um fraternal convívio social.

     Soube depois que algumas cidades gaúchas como: Júlio de Castilhos, Santiago, São Sepe, Formigueiro, São Pedro do Sul, São Martinho, Itaara, Torres e Caibaté, assim como, Concórdia, em Santa Catarina, festejam o Dia do Vizinho, na mesma data que os Santarienses. Oxalá, essa prática siga para a todos municípios do país.

Vizinho é coisa pra se guardar

     Penso que, conhecer os vizinhos, é mais do que um saudável convício social, é um fator de segurança da comunidade: se todos se conhecem, o estranho é logo percebido. Por outro lado, conhecendo-se os vizinhos, se tem como saber quais deles podem merecer a nossa confiança, de vez que há casos em que o perigo mora ao lado, pois não são raros os casos em que casas ou apartamentos são arrombados pelos próprios vizinhos ou por pessoas que chegaram ao condomínio por intermédio deles.

     Creio ser muito importante a implantação, em todas as cidades do país, do Dia do Vizinho, através de lei municipal, no terceiro Domingo de Agosto. A tipicidade, idiossincrasia e a criatividade dos moradores de cada cidade faria a diferença. Que tal a idéia? Será que dá para implantar no próximo mês de agosto?

*A imagem acima retirei do space da amiga Hidra.

By http://2004hidra.spaces.live.com/

*As informações sobre o Dia do Vizinho retirei do site abaixo através de pesquisa na internet.

By http://guiadoscuriosos.ig.com.br/index.php?cat_id=54503

*A citação ‘Dia do Vizinho – O que você acha?’ retirei do site abaixo através de pesquisa na internet.

By http://www.pitoresco.com.br/consultoria/variedades/ipanema/005.htm

Anúncios

Sobre maryalcantaras

Sou uma pessoa calma e bastante tímida. Não costumo sair muito e por isso vivo na internet. Sou bem eclética em questões referentes a preferências... adoro ler, ouvir música, dançar e tomar umas biritas de vez em quando... mas o que eu adoro mesmo é DORMIR e BEIJAR!!! Meu hobbie é DORMIR. Me interesso por coisas variadas, gosto tanto de coisas simples quanto de coisas rebuscadas. "O Amor conquista-se com Amor e não impondo regras." (A.D.) E talvez tenha de praticar um pouco mais a minha tolerância...
Esse post foi publicado em Datas Comemorativas e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s