Polícia ou bandido?

 
 

Numa Cidade Muito Longe

Leandro Sapucay e Marcelo D2

 

É isso aí D2...o momento é de caos
A população tá bolada.. muito bolada

Eu também tô bolado parceiro...

Numa cidade muito longe, 
Muito longe daqui
Que tem problemas que parecem
Os problemas daqui
Que tem favelas que parecem
As favelas daqui

Existem homens maus
Sem alma e sem coração
Existem homens da lei
Com determinação
Mais o momento é de caos
Porque a população
Na brincadeira sinistra
De polícia e ladrão
Não sabe ao certo quem é
Quem é herói ou vilão
Não sabe ao certo quem vai
Quem vem na contramão
É, não sabe ao certo quem é
Quem é herói ou vilão
Não sabe ao certo quem vai
Quem vem na contramão

Porque tem homem mal
Que vira homem bom
Porque tem homem mal
Que vira homem bom
Quando ele banca o remédio
Quando ele compra o feijão
Quando ele tira pra dá
Quando ele dá proteção

Porque tem homem da lei
Que vira homem mal
Porque tem homem da lei
Que vira homem mal
Quando ele vem pra atirar
Quando ele caga no pau
Quando ele vem pra salvar
E sai matando geral

É parceiro
E aí é que a chapa esquenta
É nessa hora que a gente vê quem é fiel
Mas tanto lá como cá
Ladrão que rouba ladrão
Não tem acerto, é pedir terror
Não tem perdão
Quem fala muito é X-9
E desses a gente tem de montão
Mas o X do problema
Tá na corrupção
Um dia, o bicho pegou
O coro comeu
Polícia e bandido bateram de frente,
E aí meu cumpadre
Aí tu sabe
Aí foi chapa quente, chapa quente...

Bateu de frente
Um bandido e um
Sub-tenente lá do batalhão
Foi tiro de lá e de cá
Balas perdidas no ar
Até que o silêncio gritou
Dois corpos no chão, que azar
Feridos na mesma ambulância
Uma dor de matar
Mesmo mantendo a distância
Não deu pra calar

Polícia e bandido trocaram farpas
Farpas que pareciam balas
E o bandido falou:
Você levou tanto dinheiro meu
Agora vem querendo me prender
E eu te avisei você não se escondeu
Deu no que deu
E a gente tá aqui
Pedindo a Deus pro corpo resistir
Será que ele tá afim de ouvir?
Você tem tanta basuca,
Pistola, fusível, granada
Me diz pra que tu
Tem tanta munição?

É que além de vocês
Nóis ainda enfrenta
Um outro comando, outra facção
Que só tem alemão sanguinário
Um bando de otário
Marrento, querendo mandar
Por isso que eu tô bolado assim
Eu também tô bolado sim
É que o judiciário tá todo comprado
E o legislativo tá financiado
E o pobre operário
Que joga seu voto no lixo
Não sei se por raiva
Ou só por capricho
Coloca a culpa de tudo
Nos homens do camburão
Eles colocam a culpa de tudo
Na população

{E o bandido...}
E se eu morrer vem outro em meu lugar
{Polícia...}
E se eu morrer vão me condecorar
E se eu morrer será que vão chorar?
E se eu morrer será que vão lembrar?
E se eu morrer... {já era}
E se eu morrer
E se eu morrer... {foi!}
E se eu morrer

Chega de ser subjulgado
Subtraído, um subandido de um
Sublugar, subtenente de um
Subpaís, um subinfeliz
subinfeliz..

LaiálaiálaiálaiálaiáLaiálaiá

Subjulgado, subtraído, 
Um subandido de um sublugar, 
Subtenente de um subpaís, 
Um subinfeliz..

Mas essa história
Eu volto a repetir

Aconteceu numa cidade
Muito longe daqui
Numa cidade muito longe,
Muito longe daqui
Que tem favelas que parecem
As favelas daqui
E tem problemas que parecem
Os problemas daqui
Daqui
Daqui 
Daqui

É isso aí Sapucahy..
Polícia ou bandido?
Vai saber, né?

Sobre maryalcantaras

Sou uma pessoa calma e bastante tímida. Não costumo sair muito e por isso vivo na internet. Sou bem eclética em questões referentes a preferências... adoro ler, ouvir música, dançar e tomar umas biritas de vez em quando... mas o que eu adoro mesmo é DORMIR e BEIJAR!!! Meu hobbie é DORMIR. Me interesso por coisas variadas, gosto tanto de coisas simples quanto de coisas rebuscadas. "O Amor conquista-se com Amor e não impondo regras." (A.D.) E talvez tenha de praticar um pouco mais a minha tolerância...
Esse post foi publicado em Música e marcado , . Guardar link permanente.

3 respostas para Polícia ou bandido?

  1. Vαиєѕѕα εїз disse:

    ☆•¸.•*☆¨ *•☆•*    •☆•¸.•*¨ *•☆•*    •☆•¸.•*¨ *•☆•*
    * O bravo não é quem não sente medo, mas quem vence esse medo.*  Nelson Mandela
     
    ☆•¸.•*☆¨ *•☆•*    •☆•¸.•*¨ *•☆•*    •☆•¸.•*¨ *•☆•*

  2. Unknown disse:

     
    Pois é…
     
    Eu já havia escutado esta letra…
     
    Eu gostava mais do discurso do D2, mas acho que ele deu uma afinada depois de começar a aparecer na Globo…
     
    Ele até zoava a TV, quando falava que a única coisa que se salava é "os Trapalhões em reprise…" e dizia q

  3. Unknown disse:

     
    desculpe, comeu a frase…
     
    que não apareceria em TV aberta… Foi engolido pelo sistema… Não tem jeito…
     
    Para o camarada ter independência de pensamento é necessário não fazer nenhuma parceria, mas como tem que viver não tem jeito, acaba sendo engolido pela máquina…
     
    Escutava muito o D2 quando ainda era Planet Hemp, mas quando meu filho veio morar comigo tive que me censurar e não ficar escutando alguém que faz apologia da maconha…
     
    Defendo a liberdade de quem queira usar o que quizer mas não recomendo para meu filho, nem para ninguém que eu goste…
     
    Mas a historinha acima, desta música, está muito legal e lembra uma narrativa de historia em quadrinho muito real…
     
    Abração,
     
    Jorge Schweitzer

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s